domingo, maio 18, 2008

Marco Paulo destrona Madonna

Quando muita gente diz que a música portuguesa passa por um mau bocado, eis que nomes como José Cid e Marco Paulo tratam de mostrar que não é bem assim. Podem chamar-lhe música pimba, foleira, popular, etc. Mas o que é certo é que vende.
Esta semana, o disco de Marco Paulo que contém os seus maiores êxitos, destronou Madonna da liderança do Top Nacional de discos mais vendidos. Esta notícia enche-me de orgulho. Não sou fã da música de Marco Paulo, nem da de José Cid, mas o que é certo é que muita malta consome este tipo de música para a diversão pura e porque também está na moda ouvir estes cantores que teimam em não desaparecer do mercado nacional. Num momento em que muitos insistem que só cantando em inglês é que se pode vender, ou tentam inventar estilos e géneros de música que não interessam a ninguém, este tipo de cantores, como Marco Paulo, provam que é possível cantar em português e vender. Existem ainda outros grupos, de todo o tipo de género musical, que vendem bastante, mas porque fazem boa música. Dou o exemplo dos Clã, dos Mesa, de The Legendary Tigerman, Wraygunn, Moonspell, entre tantos outros.
Esta liderança de Marco Paulo tem vários significados:
1.º- a música portuguesa está bem viva e recomenda-se;
2.º- o novo álbum de Madonna é, na minha opinião, muito fraco e só vende tanto por ter o nome "Madonna" inscrito na sua capa;
3.º- ainda há por aí muitos fãs do cantor que não o deixam morrer;
4.º- o País continua pimba, mas feliz!

Como disse, Marco Paulo não é o meu género de música, mas é um grande artista e espero que se mantenha na liderança muito mais tempo! Merece ele e merece a música portuguesa.

1 comentário:

Persona naturale disse...

Viva a música portuguesa!