sexta-feira, fevereiro 22, 2008

Amy Winehouse e a perseguição por causa das drogas

Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison e Kurt Cobain

O que têm em comum todos estes malogrados génios da música? Todos faleceram com 27 anos e todos do mesmo mal: vício da droga. Alguma vez o vício que tinham os limitou enquanto génios que foram e eternas lendas que são? Pelo contrário, todos fizeram autênticas obras de arte, algumas delas sob o efeito de drogas. Se acho bem o consumo de drogas? Naturalmente que não. Mas a vida é o único direito absoluto que cada um de nós tem, e cada um faz da sua o que bem quer.
Fiz referência a estes quatro génios porque hoje temos mais um génio da música viciado em drogas e que conta com 24 anos de idade: Amy Winehouse. É impressionante a forma como a perseguem pelo facto de ser consumidora excessiva de drogas. A comunicação social ignora que ao fazer constantes referências ao seu excessivo consumo, não é por isso que ela vai deixar de as consumir, e é com essa constante publicidade ao seu vício que muitos jovens se deixam influenciar pelos excessos dos seus ídolos. Se se ignorasse o vício que tem, alguns nem sequer sabiam, apesar de desconfiarem dada a aparência com que a mesma aparece em público de vez em quando. No entanto, é a comunicação social sensacionalista que promove o vício das drogas junto dos mais novos, ao insistir em expor os excessos de uma artista. Se tem importância o bem estar dos seguidores destes ídolos, não, não tem qualquer importância. Se o vício da droga prejudica o génio de Amy, não, não prejudica. Apenas prejudicou a longevidade de Hendrix, Joplin, Morrison e Cobain, mas enquanto viveram, jamais o seu vício os prejudicou.
Por tudo isto: deixem Amy Winehouse em paz, a fazer o que quiser da sua vida. E vamos ver se ultrapassa a barreira dos 27.

1 comentário:

Persona naturale disse...

Gosto imenso da música dela!