segunda-feira, janeiro 28, 2008

Marinho e Pinto: as suas declarações são novidade para alguém?

O Bastonário da Ordem dos Advogados, António Marinho e Pinto, segundo muitos, "partiu a loiça toda" ao fazer declarações chocantes sobre o nível de corrupção em Portugal, incluindo membros do Executivo.
Marinho e Pinto foi, e é, o homem em que acredito ser a solução para a advocacia, representando uma lufada de ar fresco e ventos de mudança. Aprecio ainda as suas declarações. Aliás, não as coloco em causa. Mas... o que ele disse conseguiu surpreender alguém? Será que foi preciso chegar à passada 6.ª feira para que 10 milhões de portugueses (e algumas centenas de milhar de imigrantes) soubessem a vergonha que se passa em Portugal com membros do poder político? Ou anda toda a gente a dormir e acordou porque alguém falou o óbvio, ou então muita gente fingia não querer ver e agora empurra as responsabilidades para o Bastonário.
Acho mais surpreendente a surpresa e estupefacção do povo português, do que as declarações de Marinho e Pinto. No entanto, já que foi para a frente com a acusação do que toda a gente sabe que existe, é bom que não recue e concretize, dizendo tudo o que sabe a quem de direito. É que o jogo do "toca e foge" não fica bem a um homem tão frontal, directo e honesto como é o actual Bastonário da Ordem dos Advogados. E não só não fica bem, como é escusado e soará a mera tentativa de protagonismo.

3 comentários:

jgoncal disse...

Como aluno do 1ºano da FDL quero dar os meus parabéns aos autores do blog. Tenho estado horas a ver os vossos arquivos sobre as demais matérias sobre a FDL e sobre Direito. É sempre interessante ter uma perspectiva de quem já conhece bem os cantos à casa.
Tomo como referência este blog, para leitura futura.

Pinoka disse...

O meu louvor ao Dr. António Marinho e porque acho que o merece está em (http://o-pinoka.blogspot.com/2008/01/tenham-medo-tenham-muito-medo.html)

Pedro Sá disse...

1. Errado. A criatura não falou em membros do Governo. Usou uns termos bem mais amplos e que dão para muita coisa.

2. Se isto é uma lufada de ar fresco venha um PEIDO que mais vale...é que é muito muito grave que o bastonário da OA faça esse tipo de acusações sem apresentar quaisquer provas.