segunda-feira, outubro 15, 2007

Histórias de uma Faculdade de Direito, algures na Cidade Universitária

Há uns dias fui à Secretaria da Faculdade de Direito de Lisboa para saber se o meu requerimento de isenção de propinas do Mestrado já tinha sido deferido. O indivíduo que me atendeu diz-me "bem, isto foi indeferido, lamento". E eu "mas foi indeferido porquê?". Ao que me foi respondido "olhe, aqui diz que em Agosto de 2004 o seu pedido foi indeferido". Parei... morri um pouco com a informação que me foi dada, e pergunto "desculpe, isso foi despachado quando?", e a resposta "Agosto de 2004".
Enfim... será assim tão frequente alguém entregar um requerimento e três anos depois lembrar-se de saber a resposta, e quem me atendeu julgou que eu fosse mais um a querer saber de um requerimento já com teias de aranha? Não era óbvio que não era AQUELE requerimento?! O tipo convenceu-se que eu estive meia hora numa fila para saber a resposta que me foi dada em Agosto de 2004... Incrível...

5 comentários:

Pinokio disse...

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLL, epá não pude de deixar de me rir com tamanha barbaridade. Roftl. Provavelmente foi aquele gajo praí com os seus 30 anos que toda a gente foge porque nunca dá uma informação correcta não?

Elodie disse...

É exactamente esse.Já cheguei a ver pessoas imenso tempo à espera para serem atendidas (eu inclusivé)e quando finalmente chegava a sua vez, deixavam outros passar à frente só para n serem atendidas por aquela aventesma, esperando mais um bocadinho até a outra senhora estar disponível.

anitah disse...

o senhor das nuances.
que responde:"ah isso pode ser assim, ou ou não." e coisas do genero.

Joaninha disse...

não me digas que foi o "madeixas"?
mto lolol
*

DJ disse...

Pois... foi ele...