segunda-feira, abril 30, 2007

Open Day da FDL

Depois da barracada com a ausência da Futurália, onde se concentraram as mais populares Faculdades de Direito e aquelas que começam a ser as primeiras opções dos alunos, lá se decidiu criar um Open Day.
É uma ideia relativamente interessante, sobretudo porque hoje em dia a FDL já só tende a ser primeira opção pelos seguintes motivos:
- os pais, os tios ou os avós estudaram na FDL e, passam a mensagem aos respectivos descendentes e/ou colaterais sobre o prestígio da Faculdade antigamente, e eles seguem-lhes as pisadas;
- o Prof. Marcelo Rebelo de Sousa dá lá aulas, e querem ir para lá na esperança de ouvir a um dia de semana aquilo que o Prof. diz ao Domingo;
- atiram uma moeda ao ar, em que cara é FDL e coroa é a Nova, e lá sai cara;
- têm os olhos abertos e percebem que a história dos acessos à Nova, e das médias de curso da mesma, são tudo fachada, e sabem que a FDL ainda é a melhor solução.

Infelizmente, este último motivo é o motivo de muito poucos. Assim sendo, vejo com algum agrado a existência de um Open Day, que mais não é do que uma forma de tapar buracos criados pela ausência da Futurália.
Esquecem-se de uma coisa: da forma como as coisas estão, não são as pessoas que têm que se deslocar às instituições, mas as instituições que têm que se deslocar às pessoas. Mal por mal, sempre é preferivel ter alguma coisa (como é o Open Day) do que não ter nada.
Já durante o ano lectivo de 2004/05, quando eu era vogal do Departamento Cultural, enviei dezenas de faxes para diversas escolas da área da Grande Lisboa, no sentido de deslocar lá uma equipa da AAFDL para prestar esclarecimentos sobre a Faculdade de Direito de Lisboa. Naturalmente poderiam colocar lá outros cursos como Psicologia, Economia, etc. Já há mais de dois anos isso foi proposto, logo, este Open Day não é inédito.
Só espero que pela altura tardia com que está a ser organizado, e pela filosofia do "nós-não-precisamos-assim-tanto-de-vocês-por-isso-considerem-se-privilegiados-ao-virem-até-nós", o evento não seja um fiasco. Até tem um programa agradável. Mas lembrem-se que não basta uma simples publicidade no site da AAFDL. É preciso contactar com as escolas, contactar com os professores, contactar com os alunos. Não esperem que eles vos procurem. Como as coisas estão, tem que ser a FDL a procurá-los e a fazê-los perceber que é a FDL que eles querem!

25 comentários:

Na ordem disse...

Caro Alexandre,

Como bem saberás, pela tua vasta experiência vivida, a Futurália é um evento que sucede (apenas no nome, porventura) ao "Fórum Estudante", existente desde há muito.
Durante a tua recente e grandiosa passagem pela AAFDL, não me recordo de digilenciares a presença da FDL ou da AAFDL no certame.

Mais, nas passadas eleições de Janeiro para a AAFDL, onde tomaste posição, apesar de já não seres aluno (talvez pela tua douta sapiência sobre as ideias e programas), certamente te falhou a referência ao "Open Day" no programa eleitoral da Lista A, mais concretamente no recém-criado Dep. de Formação Curricular.

Como deves calcular, não é apenas a uma semana do evento que os preparativos se iniciam, muito menos que a ideia surge.

Presumo que os contactos com as escolas já se tenham iniciado há muito.
Espero também (e acredito) que já tenham existido deslocações às escolas, não só de Lisboa.

Presumo que isto tudo ainda não fizesse parte do teu conhecimento.

O_PARVO disse...

És mesmo engraçado DJ! Então, para ti a AAFDL é presa por ter "cão" e por não ter. Se por um lado criticas a AAFDL por não ter estado na Futurália... aliás, como tu, enquanto dirigente associativo no ano lectivo de 2004/2005, não estiveste! Portanto, entendo essas críticas que fazes à actual direcção como uma mea culpa. Mas não faz mal, estou certo que a actual direcção te desculpa por não teres sido diligente aquando da tua estadia pela direcção da AAFDL.
De todo o modo, quanto à questão do OPEN DAY é incrivel que critiques a AAFDL, com base que a ideia veio tarde (para quem não leu o programa da lista que venceu com larga maioria) e não é inédita, tudo porque enviaste uns faxes e fizeste telefonemas...
Mas há uma coisa que não compreendi!? Mas fizeste algum OPEN DAY? Mas foste a primeira pessoa do mundo universitário a ter a ideia do OPEN DAY? Ou pelo contrário o OPEN DAY já existe por todo lado há vários anos?

Como se costuma dizer: "de boas intenções está o inferno cheio"!

Parabéns AAFDL por fazeres qq coisa pelo futuro da FDL!

tulipa_negra disse...

Alexandre,

Como já referi ñum comentario ao teu post sobre a Futuralia, nao foi por falta de interesse que a AAFDL nao esteve presente. Eventos como a Futurália nao se preparam num mês e com a tua experiência associativa devias saber que este tipo de eventos demora algum tempo a preparar, o que nao permitiu a participaçao da AAfdl.

Quanto ao open day, nao se começou a organiza´-lo a semana passada, para estares a criticar tanto a AAFDL, e em especial o departamento de formaçao curricular. Se algo nao correr do melhor modo, nao sera com certeza, porque a AAFDL o desejou ou nao se aplicou o necessario. Tambem, como deves imaginar um open day nao se faz sem que antes se tenham realizado contactos com as escolas, nao só de lisboa, como de outras localidades do país.

Por outro lado, ha um grande interesse da AAFDL em contactar directamente com as escolas e de ir às escolas, como tem acontecido ultimamente, e continuará a acontecer com as escolas que aceitaram a ida da AAFDL lá.
Faz um favor aos alunos da FDL, e leitores do teu blog: informa-te o suficientes sobre o que se passa na AAFDL antes de vir criticar, porque a mesma nao faz segredo sobre as suas actividades.

DJ disse...

Aos três comentadores até ao momento,

sei que o ser humano tem alturas em que precisa desabafar, sobretudo porque certas opiniões sobre pessoas ou instituições lhes ficam atravessadas. Existe uma especificidade na inveja, no entanto não sei e nem tão pouco me importa saber se algum de vós está incluído nessa especificidade ou não.

Gostaria, sim, de vos pedir que não usassem a caixa de comentários para os desabafos. Para isso existem psicólogos e psiquiatras. Acreditem que nem todo aquele que consulta um psicólogo ou um psiquiatra é doente, por isso, se tiverem esse preconceito, desfaçam-no.

Gostaria ainda, no seguimento destas palavras, de vos pedir que comentem o conteúdo dos posts e que lessem os textos, que são compostos por frases, que por sua vez são compostas por palavras e números, sendo estes últimos compostos por letras e/ou algarismos. Se lerem os textos e desfizerem os preconceitos que têm sobre as pessoas que os escrevem, possivelmente vão ver que os textos são escritos de forma clara e directa, para que até os menos inteligentes os compreendam. Se assim não for, vou começar a postar desenhos e imagens, na esperança que comentem aquilo que é postado e o respectivo conteúdo.

A desatenção e a fuga ao tema, levam a uma abordagem errada do que é falado e a interpretações dúbias. Só assim se explica ainda se atreverem a vir aqui dizer que eu só estou a criticar a AAFDL depois do que escrevi.

A propósito de tudo isto, aconselho-vos a ler o passdo post cujo título é "Porque é que muitos alunos não têm notas muito famosas e/ou chumbam em exames e orais..."

Cumprimentos a todos e aprendam a ler as linhas. Só quando souberem fazer isso é que devem passar para a tentativa de interpretação das entrelinhas.

Fernando Luis disse...

Olha o DJ ficou chateado das pessoas terem opinião! Se não soubesse o teu nome diria que te chamavas Salazar!

DJ disse...

Fernando,

não fico chateado com a opinião das pessoas. E nem fico chateado com a ignorância das pessoas ou com o facto de não saberem ler aquilo que é claro.

Fico lisonjeado por me comparares a Salazar, mas da mesma forma que não interpretas bem as minhas palavras, não interpretas as palavras e os actos de Salazar.

Fernando Luis disse...

lol

Temos um comediante entre nós!

DJ disse...

Fico contente por termos um comediante entre nós.

És bem-vindo comediante, quem quer que tu sejas. :)

tulipa_negra disse...

Alexandre,

Li novamente o teu post digo-te que nao foi nenhum desabafo o meu comentario. Muito pelo contrario, falei obre temas dos quais postaste, sem qualquer preconceito quanto a ti. Nao te conheço de lado nenhum para ter preconceitos, unica e simplesmente, conhecendo a realidade e sabendo aquilo que se vai passando na AADFL, falas sem conhecimento de causa. Por muito que digas que nao tas a criticar a AAFDL não é isso que qualquer pessoa que veja o teu post considera. Se nao criticas fazes o que? Elogias a AAFDL? Tem paciencia, mas nao venhas com tretas, porque dizes que até é uma boa iniciativa, mas continuas a criticar.
Eu nao fiz uma interpretação dúbia, tal como os outros comentadores, apenas uma leitura diferente da tua. E se o fiz é porque tive o cuidado de me informar antes de falar sobre o que nao conhecia.
A AAFDL está a fazer um excelente trabalho para levar a FDL aos alunos do secundario, e tal está a acontecer.

ah, quando escreves um post corres sempre o risco de que alguem o interprete de modo diferente do teu, por isso nao tentes fazer o pessoal de parvo nos teus coments.

DJ disse...

Tulipa_negra,

sim, elogio a iniciativa. Mal por mal, em muitos casos é melhor fazer alguma coisa do que nada fazer. Este é um deles. Não estou a criticar a iniciativa, nem a AAFDL. Estou a criticar a intempestividade das iniciativas! A Futurália era a grande prioridade!

E permite-me dizer que a desculpa de "a competência devia ser da FDL", não pega! É da FDL, claro! Então vejamos a questão das Saídas Profissionais: se a FDL tem a UNIVA, quer a mesma trabalhe, quer não, por esta ordem de ideias, a AAFDL também devia ficar quieta. Porque cabe à FDL tratar destas questões! Os assuntos pedagógicos? É da competência da FDL! Porque é que existe um departamento pedagógico na FDL? Se formos pela ordem de ideias da "competência ser da FDL", vamos retirar uns quantos departamentos à AAFDL. Departamentos esses que têm tido pessoas muito competentes, tendo desempenhado um trabalho muito positivo.

A iniciativa é boa, e fazer parte da Lista A, da Lista S ou da Lista Z, é-me indiferente. Fui aluno da FDL, e por isso acho que neste ano tinha que ter uma palavra a dizer. A AAFDL continua a ser instrumentalizada por diversas pessoas que estão actualmente no poder e por pessoas que não estão e também a queriam instrumentalizar. São poucos os que se dedicam verdadeiramente a trabalhar em prol dos outros pelo prazer que o dirigismo associativo possa dar. Todos ficam desejosos de preencher um currículo ou de se exibir perante as gentes do seu partido e a AAFDL dá um jeitaço nisso! Ajuda ainda a tudo isto o facto de muitos engolirem uma cassete e negarem imperfeições nas respectivas administrações e na dos seus sucessores.

A competência subsidiária na AAFDL surge como as obrigações naturais: não são exigíveis mas... aí sobrepõe-se a moral ao direito! A futurália era o palco ideal! Reconheçam isso ao menos! Preferiram montar um Open Day, trazendo as pessoas à FDL, quando nos tempos que correm o que MELHOR se justifica é ir a FDL às pessoas! Não estou a dizer que o Open Day é uma má ideia, porque não é! Mas só em caso se não haver possibilidades de se ir à Futurália. A Futurália realiza-se todos os anos e se a AAFDL não foi lá durante o meu mandato, não foi por falta de vontade minha. No entanto, as decisões são tomadas por deliberação e eu não valho mais que 15, nem quero valer. Nas decisões sou só um dos 15. Ganhou outra opção e dei a cara por ela, porque fazia parte do grupo, mesmo não concordando com ela. Além do mais, os tempos vividos há dois mandatos atrás eram diferentes. Há custos que se podem ter hoje, que não se podiam ter na altura. Haviam realidades diferentes.

Admitam: houve reunião de Direcção e falou-se "Futurália? Nunca lá metemos os pés, não é agora que o vamos fazer" e por aí se ficaram! Admitam isso! No meio disto tudo, em 2004/05 a média de entrada fora 12.5 e este ano foi aquilo que todos sabem: não se preencheram vagas! A FDL está a morrer aos poucos, todos sabem disso, mas ninguém quer saber. Continuam a empurrar as culpas para todos. É o que dá ter um bando de Socialistas na AAFDL que só pensam nos seus lugares no futuro do PS, e que se lixam para a imagem da FDL e da AAFDL. Falta muito amor por aí por aquela casa! Deixem lá de atirar areia para os olhos e sejam humildes! Reconheçam ao menos que se estiveram a lixar para a Futurália.

Fernando Luis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernando Luis disse...

LOL Este DJ é mesmo cómico. É o único adjectivo que posso utilizar.

1.º Inventar factos não os torna verdadeiros! (Mas o DJ gostaria que acontecesse! Se assim fosse começariamos tds a berrar ao vento mentiras para depois termos razão! Porquê? Segundo o argumentus alexis... Porque Sim!);

2.º É mentira que no ano lectivo de 2004/05 isso tivesse sido colocado em cima da mesa por parte do, naquela altura, aluno Alexandre Guerreiro;

3.º É mentira que no ano lectivo de 2004/05 a ida ao então Forum do Estudante tenha sido alvo de deliberação por parte dos 15 membros da direcção (que tb eu fazia parte);

4.º É mentira que o Alexandre tenha tido outra opção acerca do assunto;

5.º Em relação aos custos que se podem ou não ter não posso falar nem pela direcção do ano lectivo de 2004/05, nem pela actual direcção!

6.º Se a actual AAFDL podia ir à Futurália ou não, isso não me cabe a mim dizer, aliás, nem a mim nem todos os que olham de fora, ainda que tenham muita vontade de olhar por dentro;

7.º Não era da competência da AAFDL, por isso não lhe era exigível! Poderia ter ido e colmatado? Podia... mas depende de várias condicionantes: Timing, custos, disponibilidade, entre outras. Mas não tendo ido, não se pode imputar essa não ida à AAFDL, e, se me permites, considero que nos casos dos departamentos pedagógico e saídas profissionais, estes funcionam como contra-balanço e demonstra a preocupação com os interesses dos alunos... funciona não para colmatar os erros dos órgãos da faculdade competentes, mas para, em caso de erro ou omissão, os alunos não sairem prejudicados por esses erros e omissões dos órgãos competentes! Funciona para defender os interesses e direitos dos alunos directamente e, subsidiariamente e dentro das limitações conhecidas, zelar pelo bom nome da FDL... ;

7.º Quanto à média de acesso da FDL deste último ano lectivo, realmente é preocupante e espero que a AAFDL, dentro das suas limitações, consiga recuperar a imagem perdida da FDL;

8.º No entanto, não me parece que se possa imputar à direcção da AAFDL actual essa média. Podemos, isso sim, imputar às outras direcções que lhe antecederam a responsabilidade... (faço a minha mea culpa, espero que tenhas a humildade de fazer a tua).

Mas, mais uma vez o DJ, "sacode a água do capote" e acusa os actuais dirigentes de prosseguirem interesses comuns, e negarem as imperfeições! Parece impossível, mas é verdade.

Será coincidencia ou será uma manobra eleitoral de apoio à lista derrotada e escorraçada da AAFDL?


Do Seu,

Engenheiro Fernando Caetano

DJ disse...

Porque a mim não me chamam de mentiroso e não me desmentem e ofendem de ânimo leve, a minha participação neste blogue fica por aqui.

E não só a minha participação, como mais um sem número de coisas. As coisas que as pessoas fazem só para chamar mentirosos aos supostos amigos.

Enfim, fico-me por aqui. Façam todos bom proveito.

Fernando Luis disse...

As verdades ou as mentiras são aferidas com base em provas, e não em alegações! É só ver as actas do ano lectivo... sem choros, sem medos!

E não vale a pena falar em amizade, pois essa não foi posta em causa. O que está em causa é a verdade ou a mentira das afirmações... tão só.

Na ordem disse...

Pena que as intervenções do Dr. Alexandre Guerreiro sobre a vida associativa apenas surjam em momentos eleitorais.

Pinokio disse...

Em relação ao post inicial pouco tenho a dizer.Sei que estava previsto no programa da lista A a ida a escolas para apresentar a fdl. A minha opinião vai aqui para as pessoas que opinarem neste tópico e que dizem que se devem limitar as entradas devido às notas baixas dos ultimos classificados. Meus senhores, a fdl é ou não é uma universidade pública?? O seu objectivo é ou não é formar pessoas?? Se a faculdade tem 550 vagas disponíveis por ano espera-se que se deixe preencher seja qual for a ultima nota de entrada. Mas quem aí acha que se devem limitar as entradas para não se perder a fama cada vez mais decadente da fdl(pode não ser entre os escritórios mas é entre os alunos dos secundários)parece-me a mim que pretende voltar aos tempos antigos onde só quem era rico e de boas familias podia estudar no ensino superior. Deixem-se de elitismos, muitos dos que entram só por entrar saem de lá após um ano, fora os outros que até queriam direito mas não aguentam. Preocupem-se mais em lutar por uma melhor qualidade de ensino naquela faculdade em vez de se preocuparem com as notas dos ultimos a entrar.A nova recebe cerca de 120 alunos em que as notas são acima de 15. Se estão assim tão incomodados façam por conseguir que esses 120 venham pra fdl. E quem quiser refutar estes argumentos fica já avisado que entrei com media de 14. Apenas não gosto de ver uma cambada de meninos mimados armados em elitistas porque acham que a aquela universidade é apenas para este ou aquele. Se tem 550 vagas devem ser preenchidas nem que os 550 tenham 10 como nota de entrada.

Parece que é uma minoria que pretende continuar com estes argumentos.Tanto que no tal referendo aos métodos de avaliação nem as 3 propostas que perderam juntas conseguiam bater a proposta vencedora. Pena é que a associação não tivesse tido uma melhor ideia que a que teve para o referendo, do que continuar com as orais obrigatórias e os alunos a irem com media de 11 e a chumbarem numa oral, perderem o ano inteiro em 15 minutos, só porque o professor não estava bem disposto. Tenho pena que a associação não tenha tido a ideia vencedora.

Pinokio disse...

Dj é so para te deixar uma sugestão para o proximos assunto.

http://www.verbojuridico.net/inverbis/index.php?option=com_content&task=view&id=472&Itemid=30

BernardoRosmaninho disse...

Olá Alex,

Creio que compreendo a ideia que queres passar no post, mesmo não concordando complatamente com ela.
Existem pontos/críticas ao post, que foram focados por várias pessoas, via comment, que eu acho pertinentes, e que acrescentam algo à discussão em curso, nomeadamente este (perdoem-me o uso do 'copy'-'paste):

- "Não era da competência da AAFDL, por isso não lhe era exigível! Poderia ter ido e colmatado? Podia... mas depende de várias condicionantes: Timing, custos, disponibilidade, entre outras. Mas não tendo ido, não se pode imputar essa não ida à AAFDL, e, se me permites, considero que nos casos dos departamentos pedagógico e saídas profissionais, estes funcionam como contra-balanço e demonstra a preocupação com os interesses dos alunos... funciona não para colmatar os erros dos órgãos da faculdade competentes, mas para, em caso de erro ou omissão, os alunos não sairem prejudicados por esses erros e omissões dos órgãos competentes! Funciona para defender os interesses e direitos dos alunos directamente e, subsidiariamente e dentro das limitações conhecidas, zelar pelo bom nome da FDL...".

Obviamente que acredito que a AAFDL, independentemente das pessoas que a liderem, está interessada em contactar escolas e alunos do secundário para o evento em causa, procurando dignificar o seu nome e o nome do nosso curso. Faz todo o sentido e é mais necessário agora do que nunca, por razões conhecidas de todos. Não concordo que a AAFDL se deva inibir de realizar actividades e tomar posições só porque a FDL possui competências ou órgãos que trabalham na área em questão.
Muito antes pelo contrário!
A AAFDL deve fazer aquilo que achar que beneficia mais os seus alunos (actuais e futuros), contribuindo assim (dentro das suas limitações), para melhorar esta faculdade e a qualidade e reputação do curso frequentado por estes.

No entanto, também temo que os motivos que apresentas no post sejam, no futuro, os únicos pelos quais teremos novos alunos a entrarem na faculdade.


Posto isto, não compreendo como:

- É que, de tempos a tempos, e dependendo inteiramente dos temas dos posts, surgem "users" completamente anónimos, que comentam os mesmos, sem qualquer interesse senão o gozo, o insulto ou a crítica não-fundamentada. Isto acontece com fins específicos, algo que qualquer indivíduo com um pouco de senso comum percebe, e é algo absolutamente nojento, mas costume, pelos menos em vários posts teus, neste blog.

- É que as pessoas continuam a tentar criar uma relação entre o número de vagas preenchidas, a média do último candidato e a qualidade do curso/faculdade?

Nenhum indivíduo vem EXCLUSIVAMENTE para a FDL porque o último gajo a entrar no ano anterior tinha uma média de 10 ou de 15! Nem vem ninguem para cá SÓ porque existem 550 vagas! Vêm, maioritáriamente (creio eu), porque acham que esta é a melhor opção para o seu futuro.
Eu, quando me candidatei, possuía média mais que suficiente para entrar na Nova, mas não o fiz porque estava convencido que este era o melhor curso.
E isso não tem nada a ver com a média de entrada ou com o número de vagas preenchidas (até porque a Nova e a Católica, "rivais" nossas no Direito, abrem muito poucas, isto comparativamente), mas sim com o nome e com a reputação e qualidade dos cursos.
Se acham que estes factores são sintomáticos de uma redução na reputação e qualidade do nosso curso, então actividades como a enunciada neste post e todas as outras que visem uma melhoria destes devem ser SEMPRE bem-vindas.

- É que alguem acha que outra pessoa, que não é propriamente anónima, se vai pôr para aqui a mentir com quantos dentes tem sobre factos que, ainda por cima, são do conhecimento público ou verificáveis (ainda se fazem actas de reuniões, digo eu? se calhar não...)?

- É que existem sujeitos que acham que tudo quanto era aluno e antigo aluno (que assim o desejasse) não participou, adiou cadeiras (para não ficar antigo aluno) e "meteu a colher" nas últimas eleições e na "política" associativa durante este ano?

Isto porque, independentemente da vitória "histórica" (para o bem ou para o mal, na nossa faculdade, todas as vitórias são históricas, o que é ridículo) e da existência de essa ou de outras listas, a verdade é que, no meio em questão, existem sempre muitas pessoas que são incapazes de se dedicarem a trabalhar em prol dos outros, sendo que, como já foi dito, querem apenas "poder preencher um currículo e exibir-se perante as gentes do seu partido, da FDL (acrescento eu) e da AAFDL".


Termino mandando-te um abraço (espero que esteja td bem contigo) e com uma frase aqui posta e que, como disse no início, acho pertinente pois acrescenta algo à discussão em curso (novamente, perdoem-me o recurso ao "copy"-"paste" mas acho escusado estar a escrever aqui a mesma coisa, com palavras diferentes, quando concordo completamente com a/as frase/es em questão).

"Preocupem-se mais em lutar por uma melhor qualidade de ensino naquela faculdade em vez de se preocuparem com as notas dos ultimos a entrar."

Fernando Luis disse...

Muito bem Rosmas! Obrigado pela tua participação e preocupação...

poeta irreverente disse...

O colega Alexandre Guerreiro pode ter muitos defeitos, no entanto, uma virtude ninguém lhe pode negar: passados 3 meses de nova direcção da AAFDL o debate voltou à blogosfera.

Vo~lto a frisar que apoiei e apoio esta direcção, agora isso não significa que assine por baixo todas as suas ideias.

Tem razão o colega ATG quando diz que é importantíssimo que a AAFDL vá ter com o mecado-alvo (alunos do secundário) em vez de esperar que estes venham até á FDL. Vender o nosso produto nos tempso que correm é a atitude mais importante a fazer.
Fui-me informar e de facto isso já está a acontecer. Sei que membros da AAFDL foram até ao Algarve, por ex., a uma escola secundária, a uma sessão de esclarecimento sobre a FDL. Esse é de facto o caminho e ainda bem qiue se trabalha bem nesse campo.

No entanto, concordo com o que disse o colega ATG acerca da questão "FuturálI". Foi um erro não estar ninguém ligado à FDL nessa exposição tendo em conta a projecção que a mesma teve. A colea tulipara já veio esclareer que tal foi impossível de concretizar, pelos motivos supra invocados. Mas isso só ficou esclarecido porque a questão foi levantada pelo colega ATG, caso contrário ficaria sempre a dúvida no ar.

Posto isso não consigo compreender o ataque feito ao mesmo. Debater sim, ataque gratuito não.

DJ disse...

Obrigado Diogo e todos os restantes que de uma forma ou de outra me apoiaram aqui.

Ao indivíduo que vem aqui dizer que só me pronuncio em tempo de eleições, deixo uma pergunta: que eleições é que estão a ocorrer na FDL em Abril e Maio? Certamente está desatento, porque se observar meses anteriores do Bar Velho, vai ver que me pronuncio sobre a FDL e a AAFDL em períodos não eleitorais. A não ser que esteja a referir-se aos joguetes internos e pseudo-políticos que as crianças fazem meses antes das eleições. Lamento, mas não acompanho essa agenda, nem nunca acompanhei. Tratou-se de verdadeiras coincidências.

Fernando Luis disse...

Concordo com o DJ e o Poeta Irreverente quando dizem que a AAFDL podia ter ido à Futurália em caso da FDL não ter ido.

Na ordem disse...

Só falta dizeres que desconheces a campanha eleitoral que agora decorre para a AAUL. Nesse caso, é uma falha grave na tua soberba atenção sobre o movimento associativo na FDL.

DJ disse...

Oiço falar em AAUL há muitos anos e não faço a mínima ideia quando são as eleições para isso.

Falha grave? Não me parece. AAUL não me parece que seja aquilo que me tire o sono ou suscite curiosidade. Toda a gente sabe o que aquilo é e o que quer quem se mete lá. Para mim, isso não é movimento associativo da FDL. Movimento associativo da FDL, é a AAFDL, os seus órgãos, e os órgãos da FDL.

Não sei quando são as eleições para a AAUL e nem me interessa mínimamente. Mas pela tua conversa está próximo. Repito: devias ler os outros meses em que se fala da FDL e da AAFDL, para me dizeres que eleições houve nessas alturas.

Na ordem disse...

A AAFDL tira-te sono?