quarta-feira, janeiro 17, 2007

Programa eleitoral

Porque a Lista S tem os pés assentes na terra e sabe o que deve ser feito na FDL, fez um programa eleitoral com cabeça, tronco e membros, sendo realista e ao mesmo tempo ambicioso. Assim, vou passar a comentar as medidas que a Lista S pretende implementar na AAFDL, caso vençam as eleições. Porque o que importa é debater o programa e não fazer da FDL um festival de socialite, vou comentar o que realmente deve ser sabido do público, sem lhes atirar areia para os olhos. Salientarei, assim, as medidas mais apelativas e importantes de cada Departamento.

Acção Social:
É uma equpa bem composta aquela que pretende revitalizar este Departamento. Assim, propõem-se a lançar a campanha "Um mês, uma Causa, um Projecto", com o objectivo de permitir que os estudantes intervenham numa Instituição de Solidariedade Social. Irá também haver lugar à criação de um Gabinete de Acção Social que contará, entre outras coisas, com a colaboração de profissionais da área da Saúde (nomeadamente Psicólogos, Planeamento familiar, etc). Compromete-se, ainda, a promover campanhas de sensibilização a nível alimentar e desportivo e além de manter as clássicas campanhas de doações de sangue, comprometem-se a promover a campanha relativamente à Medula Óssea, tendo em conta que nesta área são necessários imensos doadores. Vão, ainda, promover a actividade tão bela, quanto nobre, como é o voluntariado juntamente com Instituições Públicas.

Apoio ao Aluno:
Apresenta Gabinetes para apoiar áreas fulcrais da FDL e que não têm o acompanhamento que lhes é devido: o de Apoio ao Estudante Deslocado, o de Apoio ao Estudante de Erasmus, Apoio ao Estudante Estrangeiro, Apoio aos Núcleos Autónomos, Apoio ao Trabalhador Estudante, Atendimento ao Estudante. Este Departamento, tem como principal objectivo, fazer com que os alunos (que se encontrem desde as mais diversas situações, até estas mais específicas) se façam ouvir e possam saber com quem podem contar para os apoiar junto das entidades e pessoas competentes. Visa abranger áreas sensíveis da Faculdade, de alunos que ano após ano sentem diversas dificuldades, mas nem sempre têm o apoio devido.

Departamento Cultural:
É um dos departamentos mais complexos porque abrange, facilmente, todo o tipo de áreas, que os outros departamentos não abarcam. Assim sendo, propõem-se a organizar a Viagem de Carnaval a Barcelona, levando os alunos da FDL para uma realidade fora de portas, e a um local rico em Cultura como é a cidade de Barcelona, organização de cafés-concerto, Conferências sobre temas como a política, literatura, entre outros, dedicar uma semana às religiões, área muito pouco explorada na nossa Faculdade e que faz parte da realidade de todos nós. Vão ainda dedicar uma semana à moda, criar núcleos de várias ONG's e ciclos de cinema.

Desporto:
Com uma equipa bastante forte, têm capacidade para realizar aquilo a que se propõem, nomeadamente a realização de Torneios de Futebol 3, de Bowling, de PES; participação nos reputados torneios internacionais; reanimar o andebol, basquetebol e voleibol; realização de workshops de Judo, Capoeira, Hip-hop, Danças Orientais, Defesa Pessoal, entre outros; participação nos campeonatos universitários de Lisboa; realização das maratonas de futsal, promover um fim-de-semana de equipa no início do ano lectivo; organizar a Semana do Desporto; realização de conferências; sorteio de bilhetes e a renovação dos equipamentos e material desportivo que é sempre importante para todos aqueles que queiram praticar as modalidades desportivas.

Empresarial, Marketing e Imagem:
Este Departamento, também ele complexo e muito difícil de dirigir, tem como principais objectivos a busca da constante estabilidade financeira da AAFDL. Assim, pretendem celebrar acordo com uma instituição bancária para cooperação alargada a nível desportivo, recreativo e de acção social e abertura de um balcão dentro da FDL, mediante acordo com o CD; possibilitar a introdução dos Jogos da Santa Casa da Misericórdia na papelaria da AAFDL; melhoramento do actual merchandising; criação de um e-shopping; aproveitamento do campo de jogos para forma de financiamento da AAFDL; remodelação da sala de computadores de forma a que possam ser ministrados os cursos; concretização do acordo apalavrado para a possibilidade de disponibilizar o portal jurídico para livre acesso dos alunos, na sala de computadores; celebração de protocolos com entidades privadas que possibilitem descontos; task force para elaboração de cartas de apresentação.

Pedagógico e Política Educativa:
Departamento de enorme responsabilidade, é composto por um grande número de colaboradores, tendo em conta a dificuldade e perplexidade que o mesmo apresenta. Assim, e para fazer deste Departamento, um Departamento com competência, comprometem-se a manter a função avaliativa do corpo docente; formação de uma Comissão Permanente que permita a interacção entre a AAFDL e os órgãos da FDL e da UL; realização de reuniões abertas com o vogal e os alunos onde se conversará sobre a situação académica; criação de uma base de dados de forma a poder informá-los dos assuntos académicos através de uma newsletter; realização de workshops sobre o Processo de Bolonha; tornar mais eficiente o mecanismo de queixas pedagógicas; realização de referendos em assuntos de extrema importância da AAFDL e da FDL; organização das Jornadas Pedagógicas em coordenação com o CD. Prometem ainda, encetar esforços para: organizar um ENDA na FDL; ter maior representatividade na AAL; cooperar com a criação da AAUL; realizar as I Jornadas de Política Educativa na AAFDL; lançar candidatura aos órgãos nacionais do ensino superior; organização de conferência com os vários ex-presidentes da AAFDL; lançamento de um livro sobre a história política da AAFDL.

É um programa bastante ambicioso, mas sem ambição ninguém vai a lado nenhum. Há que alargar os horizontes e permitir uma maior amplitude da realidade universitária a todos. Um programa realista, ambicioso e firme que será uma mais-valia para todos.
Amanhã continuarei com o resto do programa.

3 comentários:

Jana disse...

Eu sei que não escrevo aqui há muito tempo e por motivos mais ou menos compreensiveis, mas ontem tive de ir à Faculdade por volta das 15h e qual não foi o meu espanto quando efectivamente encontro o Rui Costa (de quem efectivamente só vi as costas!), no meio de uma enchente de alunos! Passados uns 30m volto a subir e deparo-me com um espectáculo no mínimo decadente de uma miuda a dançar a dança do ventre pela lista S. Não tenho nada contra a dança, mas acho que é cair demasiado na tentativa de chamar a atenção!
Não gosto da Lista S e não vou gostar nunca.Vivi uma decepção grande com muitas pessoas que considerava amigas, muito por causa do actual "corpo" da dita lista. Não acredito que os seus principios sejam para serem levados em conta e sinceramente o que vejo são um grupo de gente "tenra" (como diria a Cuvy), que nada sabe da história da Associação e por isso se uniu a uma pessoa sem um pingo de carácter! Isto sim, revolta-me! Não o Rui Costa, o Figo ou o Pinto da Costa!
Votaria A se ainda estivesse na FDL, porque pelo menos acredito na vontade dos que a lideram e dos que a apoiam, de fazer da Associação a verdadeira vontade dos alunos! Aceito DJ (como aliás fiz sempre) as tuas opiniões, mas sabes do que falo...

DJ disse...

Joaninha,
eu sei que sempre foste das poucas pessoas com capacidade de aceitar pessoas com opiniões diferentes da tua. Saúdo isso. É uma virtude. Aceito ainda o teu apelo ao voto e o facto de apoiares uma lista diferente da minha.
No entanto, devo ressalvar que a dança do ventre está compreendida no programa da Lista S, com a realização de workshops, tal como já foi anteriormente vista e defendida pela Lista R em anos lectivos anteriores. O Rui Costa e a dança do ventre, são ambos instrumentos para chamar a atenção das pessoas. Mas não o são também as longas faixas expostas no átrio da FDL? Não o são também as fotos das pessoas que integram os programas? Campanha é isso mesmo, querida amiga... apelar ao voto, chamando à atenção, quer através do programa, quer através de outros factores.
Mas compreendo e aceito a tua opinião sobre o assunto.

Gioconda disse...

Alexandre, às vezes fico surpreendida com a tua magnitude! Obrigada Alexandre, muito obfrigada por aceitares que a nossa Joaninha tenha uma opinião diferente da tua. Magnânime... não há mais palavras que te descrevam...!!!!