quarta-feira, dezembro 06, 2006

Toda a verdade e deontologia sobre: Marco Saias

Marco Saias, advogado, decidiu armar-se em justiceiro da Ordem dos Advogados depois das 1000 coisas que já disse dos mesmos.
Como ainda existem muitas pessoas sem dúvidas sobre a pureza de Marco Saias, decidi contar aqui algumas verdades.
Aqui está o texto que se encontra publicidado no Forum do Centro de Formação Online da Ordem dos Advogados, na sequência do que Marco decidiu escrever contra uma pessoa que nunca lhe fez o que quer que fosse de mal.

"Marco,
sempre acreditei que existiam pessoas conflituosas, sedentas de confusões e quezílias entre terceiros, mas nunca pensei que se chegasse a este cúmulo.
Fazer publicidade de forma ardilosa e com o intuito de prejudicar terceiros da forma como tu o fizeste até acaba por não me surpreender vindo de quem vem.
Quais os fundamentos para dizer isto, perguntam todos vocês que me lêem neste momento. Ei-los:
Marco Saias era um conhecido Tertuliano, ou seja, era membro de uma organização da Faculdade de Direito de Lisboa, que era conhecida por cobardemente recorrer a um jornal onde os seus redactores eram anónimos e onde se falava mal de tudo e de todos. Sempre se acharam verdadeiros justiceiros.
Não obstante tudo isto, Marco Saias é ainda conhecido por pertencer à Extrema-Esquerda e por defender publicamente as políticas de Estaline, bem como o comunismo radical.
Não lhe chegando tudo isto, inscreveu-se na Ordem dos Advogados, onde injuriou os seus representantes e as suas metodologias publicamente, sem no entanto desistir de nesta instituição estar inscrito.
Não foi suficiente para o jovem Marco Saias que, depois de sair da Faculdade de Direito de Lisboa e já inscrito na Ordem dos Advogados, decide comunicar à Tertulia que o jovem Tiago Cabanas Alves (aluno da Faculdade de Direito de Lisboa) andava a obrigar jovens a despirem-se em frente às webcams. Não só passou esta mensagem à Tertúlia que é organizadora das praxes, como ainda moveu diligências para que envergonhassem o jovem publicamente diante de centenas de alunos. Assim sucedeu, tendo Marco Saias contribuído para a difamação de um aluno que, sem motivo aparente, se viu difamado e humilhado por uma mensagem que Marco Saias decidiu apregoar aos seus "amigos" justiceiros. O resultado de tudo isto foi um pedido de desculpas público pela Tertúlia a Tiago Cabanas, visto que a difamação iniciada em Marco Saias não tinha fundamento e visto que o rapaz ainda está hoje marcado por esse dia, onde além de ter sido ofendido, foi humilhado e ainda é conotado com um acto que nunca se conseguiu provar que ele tenha praticado e onde nunca surgiu nenhuma pessoa lesada pelos actos dele. Todos sabem o peso que recai sobre uma pessoa que fica conhecida por assédio sexual, e por obrigar alguém a praticar actos do mesmo tipo.
Como se isto não bastasse, Marco Saias dá entrada num escritório de advogados, como advogado estagiário. Meses depois é "convidado a sair", por atitude pouco profissional e por uma série de actos menos próprios, que nada têm a ver com os de um advogado
Hoje, surgiu esta ideia de tentar lançar a confusão e, não bastando ter-me associado a práticas de extrema-direita perante terceiros (ideologia essa que repugno e rejeito, encontrando-se a minha ideologia localizada ao centro), decide fazer este brilharete.
Marco Saias é hoje advogado. Tenham atenção. O próximo alvo podem ser vocês. Eu já me sentei à mesa com ele, já lhe apertei a mão. Nada ele me tem a apontar contra a sua pessoa, ou contra terceiros. Não se justifica a sua sede de confusão e de lançar o caos entre terceiros.
Obrigado Marco, pelas tuas pérolas. Todos temos telhados de vidro. Os meus e o dos outros 8 colegas meus (a grande maioria advogados estagiários como eu) foi colocar o símbolo da Ordem dos Advogados no nosso blogue conjunto. Os teus são outros."

Até já começo a adivinhar um novo post de Marco Alexandre Saias no site da Ordem dos Advogados, relativamente às minhas palavras. Estou desejoso que o faças. É que... existem diversas testemunhas de tudo isto que tu fizeste. Então sobre a difamação que iniciaste contra o ex-colega Tiago Cabanas Alves, existem centenas. O anfiteatro estava cheio, ou já te esqueceste das coisas que fazes? Tu podes não usar o símbolo da Ordem dos Advogados nas palavras que dizes, mas atentas mais à dignidade dos outros do que qualquer outra pessoa.

4 comentários:

DJ disse...

Devo ainda lembrar o Marco Saias que quando ele fez questão de humilhar e difamar o ex-colega Tiago Cabanas, fui eu quem andou a interceder por ele e pela Tertúlia, dado que o Cabanas queria por queixa crime contra a Tertúlia e contra o Marco. Quem intercedeu por ele e pela Tertúlia e conseguiu por alguma água na fervura na altura, FUI EU!
Mas a memória é curta. Eu entendo. Este senhor podia não estar a exercer hoje. Mas, graças a mim, ele e outros exercem. É assim a gratidão.

Pedro Sá disse...

Tu ? De centro ? AHAHAHAH !

o advogdo incrédulo disse...

Ó meus caros.

Vocês são é todos uma cambada de excitadinhos...

Esse tal de Marco Saias que dissesse ou inventasse alguma coisa de mim na faculdade ou se se atrevesse a vir agora mandar bocas contra o meu blog e nem lhe respondia.

Das duas uma, ou desprezo total, ou um par de estalos imediato... Aliás, se o fizesse na faculdade, até podia estar inscrito na associação que quisesse. Ia ter um final de curso fodido.

E vocês, tirarem os símbolos da ordem?!

Por causa dos comentários daqueles afectados do FORMARE?!

Daquela malta que a escrever parece que pararam no tempo e que, na verdade, não sabem o que é ser um advogado para além da utilização dos salamaleques, pérolas e formalismos com que se tratam?!

Ó meus amigos. Para a ordem, Vexas utilizarem os símbolos, é para o lado que ela dorme melhor...

E, tirarem-nos, é sinal de medo.

O 25 de Abril já foi há muito tempo...

C/ Cumprimentos,
Um Advogado

Pinokio disse...

METAM OS SIMBOLOS DE VOLTA. Pelo menos o da fdl.Deixem esse palhaço falar à vontade.Tudo o que esse gajo escreveu a mim deu-me para rir, de advogado deve ter pouco, deve ter muito mais de palhaço de certeza.
E fosse comigo esse boato e tiha era logo dito que tinha sido a irmã ou a mãe desse senhor a despir-se para a camara.Além de que haveria uma cambada de basofes o assaltar assim do nada...