terça-feira, junho 20, 2006

SOS FDL

Meus amigos, a Faculdade precisa de ajuda urgentemente! Segundo um comunicado do Conselho Directivo, a nossa Faculdade enfrenta uma "situação muito preocupante" relativa à falta de pagamento de propinas por parte dos alunos!
Realmente, creio que este comunicado é uma novidade... para quem for entrar na FDL em 2006/07.
Segundo este mesmo comunicado, dezenas de alunos, não efectuaram qualquer pagamento relativamente às propinas, e milhares de alunos não pagaram mais do que 4 prestações ou efectuaram no máximo duas (caso dos bolseiros).
Então, como não querem pedinchar dinheiro aos Institutos que usam, abusam e re-abusam da Faculdade, entre outros gastos que a FDL tem e que já toda a gente sabe, que só são possíveis graças a péssimas gestões anteriores à do Sr. Prof. Teixeira de Sousa, quem paga, tal como em Portugal, é o sujeito do costume! É o aluno, ou o povo! E como é que pagam isso? Querendo obrigar os alunos a encher os cofres da FDL até final de Junho. Caso contrário, o que acontece? Os Institutos continuam a sua boa vida, porque dezenas de professores catedráticos facturam com eles e com as suas pós-graduações maravilha, e os alunos ou pagam, ou então não serão lançadas as respectivas notas, não podem apresentar requerimentos, nem poderão praticar quaisquer actos académicos.
Ao Conselho Directivo respondo assim: em cada ano lectivo que nos matriculamos é-nos dada a possibilidade, a nós alunos, de pagar a totalidade da propina, mensalmente, ou vamos adiando até ao prazo máximo de 31 de Julho e pagamos multa! Aos bolseiros, cabe o pagamento integral depois de saírem os resultados do valor de 487,11€, que só sabem se pagam este valor a partir de Fevereiro que é quando saiem os resultados dos SASUL, ou então pagam 3 prestações de 150€ cada e a última é de 187,11€. Podemos, ainda, pagar tudo até ao fim de Julho, com a devida multa. Eu, este ano, quando me matriculei e me foi dada a condição, pelo 5º ano consecutivo, de aluno da Faculdade de Direito de Lisboa, não fui comunicado que sofreria represálias deste nível que o CD quer impor agora, se não pagasse tudo até Junho. Até porque, segundo recentemente informou a Secretaria, a última prestação dos bolseiros é em... JULHO! E porque pagar 150€ mês sim/mês não a partir de Fevereiro dói a todos! Até quase que dói mais que aos outros! Porque por algum motivo somos bolseiros. Mas, em vez deste processo ser mais facilitado para os alunos já inscritos e que sejam bolseiros, não! Têm que aguardar também e depois começar a largar quantias pesadinhas! Eu, pessoalmente, espero para pagar tudo no fim de Julho, porque é quando não há qualquer despesa académica e tudo o que tenho que fazer é ir a uma ou outra oral sem pagar por isso (por enquanto, porque qualquer dia até orais de passagem vão ser pagas). Tenho um passe que me custa 50€ por mês e tenho bares na FDL e serviços académicos que são uma exploração, como por exemplo são os serviços de revisão de prova (por acaso os bolseiros não pagam isso), em que o Prof. Teixeira de Sousa sabe muito bem que alguns alunos pagam 20€ por um pedido desses, e mesmo que haja ali fundamento de revisão e subida de nota, ele simplesmente nega-se a fazê-lo, e que toda a gente sabe que fazer pedidos de revisão de própria com o próprio a regente da cadeira, nem vale a pena o esforço, mesmo que estejamos perante motivos mais que certos para que deva ocorrer uma subida de nota. Depois surgem aqueles mistérios da natureza de recursos que dão entrada às 16:20 e aparecem 30 exames já "revistos" às 16:30 do mesmo dia, como já aconteceu comigo!
Recordo ainda, que muitos alunos guardam para pagar o restante das propinas na altura em que recebem o subsídio de férias e que muitos, bolseiros ou não, têm que contar os tostõezinhos todos os meses para pagar as propinas dos seus filhos! Esquecem-se que nem todos são catedráticos e ganham milhares de euros por mês! Nem todos neste País ganham rios de dinheiro com pareceres e direitos de autor com livros de 50€ em que de 900 páginas, 700 são sobre parte histórica e desenvolvimento do Homo Sapiens, ou se fala das Sociedades Comerciais no tempo dos Romanos, mas temos que pagar os livros que são carotes e todos recomendam como fundamentais! Naturalmente existem muitos com papás e mamãs que facturam mais ainda que um Prof. na FDL (o que é difícil, mas existem alguns na nossa casa, sim), mas é a esses que o esforço deve ser pedido! Se calhar com propinas proporcionais aos rendimentos, ou com exigências e sanções para alunos que entram em plena FDL de Subarus, SLK's, Jipe's, etc... a esses devia ser exigido o pagamento atempado, porque não há motivo algum para não o fazer! Agora, ao povo? Ao pobre? Ao que conta tostões sendo bolseiro ou não? Aos que têm que pagar a mensalidade de 4 ou 5 filhos? Tenham dó! O Conselho Directivo que pense duas vezes no que faz, porque mais uma vez está a generalizar-se o que não se deve fazer dessa forma! Naturalmente, ainda, não são todos que guardam para a altura do subsídio de férias para pagar o montante, mas... convenhamos que é nessa altura que existe um maior desafogo financeiro, pelos motivos que já indiquei: os filhos ficam em casa mais tempo, não gastam tanto, tal como a própria família, etc. É um conjunto de factores que motiva os alunos a pagarem mais tarde. Aqueles em que o CD deveria realmente pegar no pé, é dos que andam aí a estoirar dinheiro em 1000 coisas distintas e carotas, ou em camisas da GANT e da Tommy que custam 50 euros... ou em bijuterias e maquilhagens de 100 euros, e obrigá-los a pagar mensalmente! Talvez assim, não tenhamos necessidade de ter que ver comunicados destes que a mim, pessoalmente, só me fazem rir de tão tristes que são. Peçam aos Institutos! Esses é que se andam a encher! Peçam às entidades com quem formam acordos de cooperação! Peçam aos SASUL que dão Bolsas a alunos com os pais cheios de posses! Não peçam a quem não devem!
Outra coisa que facilita o pagamento das propinas, seria um posto Multibanco. Porque é, por vezes, aborrecido levar um cheque, quando o cheque não pertence ao devedor, ou dinheiro vivo (dado que levar quantias avultadas de dinheiro, e 100 euros já é bastante, é bastante chato também).
Além do mais, reforço a minha posição, no sentido de dizer que tal medida só se deve aplicar nos seguintes casos:
- alunos que tendo terminado o curso nesse ano, pretendem obter certificado de habilitações ou diploma, sem ter pago as propinas;
- a alunos que não pagaram a totalidade das propinas do ano lectivo anterior e pretendem matricular-se no ano lectivo seguinte;
- a alunos que pretendam realizar provas orais e escritas em épocas posteriores à da data de vencimento para pagamento das propinas (31 de Julho);

Querem mais justo do que isto? Da próxima, quando o aluno se inscrever, em vez de unilateralmente alterarem as regras do jogo, comuniquem-lhes que têm que pagar até uma data diferente da data habitual. Assim, eles sabem com o que contam e não são atacados de surpresa porque daqui a 10 ou 15 dias têm que desencantar 487 euros (quase 100 contos) ou 900 (180 contos).
Ou melhor ainda: se ainda tivessem em vigor a propina que eu pagava quando entrei na FDL (67.000$00), talvez fosse pouco, mas ao menos recebiam a tempo.
Pergunto-me o que seria se todos pagassem logo em Outubro! Teríamos agora um Comunicado do CD a pedir o pagamento antecipado sob pena de sofrermos represálias? Não me admirava nada...
O Prof. Teixeira de Sousa tem feito um excelente trabalho à frente do CD, mas esta medida... faz-nos voltar à idade da pedra!

5 comentários:

sniper disse...

foste plagiadooooooooooooooooo

DJ disse...

Nota de redacção:
entrando em acordo com o que foi dito por um comentador num outro qualquer blog, devo referir que a falta de ideias dos alunos da FDL, leva-os a ter que seguir todos aqueles que tomam iniciativas como a que tive neste post, para seguirem a mesma linha que eu e os demais colegas que escrevem neste blog.
Sendo assim, é com alguma tristeza que assisto ao plágio que alunos da FDL fizeram do texto que publiquei aqui ontem à noite, e que coincidência das coincidências não quiseram ser mais descarados e ficaram-se apenas por um dos argumentos que aqui pus. É triste ver a falta de ideias, mas acima de tudo o recurso ao plágio.
Brevemente farei outro teste com outro texto, e se for novamente citado sem a devida autorização, pretenderei recorrer judicialmente e pedir a indemnização a que tenho direito, por ver violados os conteúdos dos meus textos e sobretudo ver as minhas ideias e os meus textos expostos em lugares muito pouco abonatórios. É como escrever para o Expresso e vermos a nossa opinião ser copiada para "O Crime", ou para o "Tal e Qual". Naturalmente que nos sentimos prejudicados e acima de tudo a nossa honra manchada. Gosto de ser citado em sítios de nível e qualidade, não na Revista Caras ou na Feira dos Ciganos, onde de vez em quando lá por irmos comprar um ou outro DVD, não nos tornamos clientes da casa.

O_PARVO disse...

Só uma correcção, ou melhor duas. A Tesouraria da Faculdade já dispõe de terminal multibanco e o prazo de 30 de junho são só para as prestações já vencidas. Logo a prestação de Julho como ainda não se venceu a 30 de Junho não terá que ser paga.
Ainda assim considero que não existe um prazo razoável fixado pelo CD, visto o despacho datar de 19 de Junho e fixar o limite para 11 dias depois.
Quanto à facilitação pelo CD de a propina ser paga em prestações, é de salutar, no entanto, não compreendo porque são cobrados juros àqueles que pretendem pagar tudo no final do ano lectivo, visto a propina ser referente ao ano, e não ao mês (como as mensalidades no Ensino Superior Privado), funcionando as prestações como um direito potestativo do aluno. Assim não entendo o porquê dos juros de mora, uma vez que se a obrigação é unitária e não parcelada, e diz respeito ao ano lectivo em curso, onde está a mora se a obrigação ainda não se venceu?
(não se compreende juricamente a existência dos mesmos.)
Os juros de mora realmente são ridículos, até pelo valor que corresponde ao dia. Se não se pagar desde o princípio do ano lectivo, no final serão cerca de 3-5 euros...
Vá-se lá perceber!

Floribela222 disse...

Dj desiludiste-me...
Dar tamanha importancia a um texto de 2 ou 3 linhas escrito noutro blog, que nem se sabe se é plágio ou não, não faz o estilo deste blog.
Por outro lado, também não te fica muito bem dizeres que é uma ideia tua e qureres vangloriar-te por isso.
Para concluir, dizer só que este é um tema que devia ser falado em todos os blogs! Não interessa se comos mesmos argumentos ou não de outras pessoas e não interessa se plagiados ou não. Até é bom o assunto ser falado num blog com mais visitas (que suponho serem todas alunos da fdl).
Dj continua humilde e continua só a preocupar-te com os problemas da fdl, não tentes arranjar problemas com alunos da fdl, que é a única coisa que vais arranjar com estes comments e ameaças.

PS. Não quero que ninguém pense que estou a ser irónica ou a brincar com este comment. O Dj é uma mais valia dentro daquela faculdade precisamente porque não entra neste tipo de quesílias. Espero que continue assim, apesar da paciência ter limites.

Plágio ou não ainda bem que se fala!

Uma tua amiga

DJ disse...

Obrigado Floribela222 pela prova de amizade, através do conselho. Não sei quem és, mas fica a intenção.
Saudações

Um teu amigo (segundo consta)