segunda-feira, abril 24, 2006

A proliferação de blogs

Tenho assistido com alguma atenção ao interessante facto de nos últimos tempos, principalmente após a reunião da Lista R, ter-se verificado o surgimento de inúmeros blogs que opinam sobre a vida na FDL. Alguns destes blogs já existiam, mas o frenesim pela discussão sobre os assuntos da FDL só agora começaram a acontecer em larga escala. No entanto, aquilo que seria uma louvável iniciativa por parte dos estudantes e colegas tornou-se, segundo me parece, numa feira das vaidades e num sítio de ataques pessoais e mesquinhos. Mesmo quando finalmente surge um post sobre algum tema que pode ser interessante discutir, basta clicarmos nos comentários para verificarmos que a esperança era irrealista e que novamente entramos em comentários desnecessários, inóquos e ás vezes ridículos. É pena. Durante muito tempo as questões sobre a vida na FDL não foram discutidas e os alunos perderam muito com isso, mas agora são discutidas de maneira irracional e muitas vezes sem conhecimento de causa.
Sinceramente não sei o que era melhor, a não-discussão ou a discussão irracional.
Por mim não terão tempo de antena nem me darei ao trabalho de comentar nada nesses blogs, enquanto continuar esta onda de tolices. Já é tempo de todos sermos um pouco mais sérios, se quisermos que nos achem sérios. Se não, façam como eu e um conjunto de amigos: criem um blog de boatos e de paródias, o Boca no Trombone. Aliás, a criação deste blog foi inspirado um bocad a pensar no que se passa neste momento na blogosfera da FDL: o que não falta todos os dias são boatos lançados de todos os lados. No Boca no Trombone ao menos não fingimos querer fazer discussões sérias nem construtivas. Queremos é humor e gozação.
Aguardemos melhores dias, e esperemos que a feira das vaidades que todos os dias acontece na blogosfera sobre a FDL melhore de nível. Para bem de todos nós, alunos da FDL.

5 comentários:

Churchill disse...

Tiveste mais piada neste post do que nos anteriores todos juntos!Criticares a seriedade, tolices e ataques pessoais de outras pessoas é de facto a anedota do ano! Parabens pelo prémio! Sempre fizeste o papel de palhaço do pessoal, mas desta vez superaste-te!

DJ disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
DJ disse...

"Senão façam como eu e um conjunto de amigos" --> um conjunto de ALGUNS amigos, dado que nem todos foram convidados para fazer parte desse projecto. Enfim, até dentro dos amigos existem critérios de escolha. A não ser que seja como o "outro": "Ah, mas tu não és meu amigo." Aí tudo passa a ser mais compreensível. Hoje um blog, amanhã...

SPARTACUS disse...

Ó colega Alexandre, isso acontece a quem está do lado errado (para eles) do campo.Imagina um campo de ténis.Por muito que digas estar em cima da rede, com uma perna num lado e a outra no outro, as pessoas não acreditam (e eu não digo que não acredite!!).È também fruto da dificuldade de simplesmente saires de campo.Ou não?

Gioconda disse...

Este spartacus tem problemas de personalidade. Mas és sempre bem vindo novamente a este blog, simpático.