quarta-feira, abril 26, 2006

E porque tudo tem um fim

Meus caros:
Foi giro enquanto durou, não que eu tenha sido o membro mais activo deste blog :)
Contudo, ao contrário da estupidez e da cretinice, a paciência tem limites, e a minha chegou ao fim.
Mas anda tudo parvo ou quê ???
Este era um blog com piada, sobretudo quando eu postava (claro!),mas phoudaçe!!
Enfim, não tomo partidos, não escolho lados, vocês que são cromos que se desemerdem, já dizia o outro.
Aqui me despeço, um grande abraço a todos POR IGUAL (da maneira como isto anda, na loucura, convém esclarecer até as coisas mais banais...)
Curto-vos á brava, agora tratem-se, bale ?
Hasta Siempre
Ghost

terça-feira, abril 25, 2006

Provérbio Oriental

"Os sábios não dizem o que sabem, os tolos não sabem o que dizem"

segunda-feira, abril 24, 2006

A proliferação de blogs

Tenho assistido com alguma atenção ao interessante facto de nos últimos tempos, principalmente após a reunião da Lista R, ter-se verificado o surgimento de inúmeros blogs que opinam sobre a vida na FDL. Alguns destes blogs já existiam, mas o frenesim pela discussão sobre os assuntos da FDL só agora começaram a acontecer em larga escala. No entanto, aquilo que seria uma louvável iniciativa por parte dos estudantes e colegas tornou-se, segundo me parece, numa feira das vaidades e num sítio de ataques pessoais e mesquinhos. Mesmo quando finalmente surge um post sobre algum tema que pode ser interessante discutir, basta clicarmos nos comentários para verificarmos que a esperança era irrealista e que novamente entramos em comentários desnecessários, inóquos e ás vezes ridículos. É pena. Durante muito tempo as questões sobre a vida na FDL não foram discutidas e os alunos perderam muito com isso, mas agora são discutidas de maneira irracional e muitas vezes sem conhecimento de causa.
Sinceramente não sei o que era melhor, a não-discussão ou a discussão irracional.
Por mim não terão tempo de antena nem me darei ao trabalho de comentar nada nesses blogs, enquanto continuar esta onda de tolices. Já é tempo de todos sermos um pouco mais sérios, se quisermos que nos achem sérios. Se não, façam como eu e um conjunto de amigos: criem um blog de boatos e de paródias, o Boca no Trombone. Aliás, a criação deste blog foi inspirado um bocad a pensar no que se passa neste momento na blogosfera da FDL: o que não falta todos os dias são boatos lançados de todos os lados. No Boca no Trombone ao menos não fingimos querer fazer discussões sérias nem construtivas. Queremos é humor e gozação.
Aguardemos melhores dias, e esperemos que a feira das vaidades que todos os dias acontece na blogosfera sobre a FDL melhore de nível. Para bem de todos nós, alunos da FDL.

sexta-feira, abril 21, 2006

quinta-feira, abril 20, 2006

quarta-feira, abril 19, 2006

Prémio Amizade

Finalmente um Blog de Boatos (assumido)!

Prémios da Viagem de Finalistas

Prémio Bipolar Não-Medicado/ Pintor de Casas de Banho/ Banco do Brasil



Motivos: Ter andado ou muito alegre ou em alternativa, muito zangado. Teve também uma grande crise intestinal e quem pagou com isso foi uma casa de banho limpinha de um restaurante. Era também o principal financiador de Reais a quem não tinha dinheiro.


Prémio Caganeira do Ano



Motivos: Por ter comido uma sandes de frango a meias, apanhou uma valente crise intestinal, que trouxe para Portugal.


Prémio Amigo TMN




Motivos: Gastou cerca de 200€ de saldo de tlm a ligar ou mandar sms´s para a namorada.


Prémio Enfermeira de Serviço



Motivos: ter cuidado de todos os adoentados da viagem, isto é, Diogo, Fernando e Margarida. Conhece muito bem os postos médicos brasileiros depois desta viagem.


Prémio Coroa da Viagem



Motivos: foi seduzida por um monárquico de Setúbal, tendo sido convencida que iria ser rainha.


Prémio Lábio do Mundo



Motivos: ter apanhado uma insolação nos seus já virtuosos lábios, seguido de aparecimento de herpes.


Prémio Machucado de Recife/Black-Out/Mandão de Aeroporto

ALEX

Motivos: ter decido ir 2 dias a Recife, ter com umas amigas, tendo gasto com isso alguns 200 Reais, além de ter sido gozado por um taxista, que o chamou de "Machucado". Teve 2 dias amuado, sem falar com ninguém. Ressolveu um problema nas filas do check-in na vinda para Lisboa

terça-feira, abril 18, 2006

Brasil: Foto 1



Oi Galeraaaaaaaaaaa!!!

Decidi por umas fotos que representam os sítios onde estivemos na nossa Viagem de Finalistas! Fiquem invejosos, que eu não me importo!

Esta foi tirada numa festa na praia, de noite. Muito boa ondaaaaaaaaaaaaaaaaa!!

quinta-feira, abril 13, 2006

Boa Páscoa pessoal!


(Para quem não for católico... boas férias) :P

terça-feira, abril 11, 2006

Liturgia do sangue



(...)
Ó deus do sangue! deus de misericórdia!
Ó deus das virgens loucas
Dos amantes com cio,
Impõe-nos sobre o ventre as tuas mãos de rosas,
Unge os nossos cabelos com o teu desvario!
Desce-nos sobre o corpo como um falus irado,
Fustiga-nos os membros como um látego doido,
Numa chuva de fogo torna-nos sagrados,
Imola-nos os sexos a um arcanjo loiro.
Persegue-nos, estonteia-nos, degola-nos, castiga-nos,
Arranca-nos os olhos, violenta-nos as bocas,
Atapeta de flores a estrada que seguimos
E carrega de aromas a brisa que nos toca.
Nus e esnsaguentados dançaremos a glória
Dos nossos esponsais eternos com o estio
e coroados de apupos teremos a vitória
De nos rirmos do mundo num leito vazio.


Ary dos Santos, in Liturgia do Sangue

sexta-feira, abril 07, 2006

Adivinha quem é cara?!

Beleza? Tigresaaaaaaa!
UH UH AH AH O bicho vai pegá!

Oi galera, td bom?
De Máceio falam os verdadeiros machos para reportar as aventuras da tjurminha!
Chegámos ontem com duas horas dji atrásu, porque o avião istava soldando à asa! Gráçás à Deussss correu tudo bem! Tudo legal! Pássámos à noitji ná djiscotecá Kapital! É verdádji! Acabámos a noitji vendo à Gábrielá "Pau e Canela" ábánandu à sua bundá incessantimentji durantji 30 segundos!
Nu entantu o prêmio rêvêláção vai para a nossa fotografa paparazzi (Uh Paparazzi! Uh Paparazzi). Acabámos a noitji nos banhando às 3 da manhã na praia dji Maceió!!!!
Hoji estivemos ná praia do Gunga, onde estivemos numa Lagoa, tendo comido comida manhosa e fináumentji vimos a minina AP com os seus seios XXL gostosos (shows dji bolá)!
Agora estamos neste momento nos preparando para uma noitji de Forró e Rodízio brasileiro!! Belezaaaaaaa??? Tigrezaaaaaaaaaaaaa!!!
Prá acabá oiçam o novo hitji musicáu du mômentu:

Piriri Piriri Piriri alguém ligou prá mim!!!

E ainda o hino dji Maceió:
Ai qui sáudádji do céu, do sáu do sóu dji Máceió!!!!

Adeus Gálérá!!!!!

terça-feira, abril 04, 2006

Toda a verdade:

Depois das férias vamos saber o que se esconde por detrás deste pé fedorento.

Pai é pai

Porque o compadrio em Portugal é como o Natal: quando o homem quer!

A minha favourite quote...

"As opiniões são como as vaginas:
cada um tem a sua e dá-a a quem e quando quer!"

Podem, por favor, respeitar as minhas (opiniões e vaginas)? Obrigado!

Bem sei que sou criticado por não saber ouvir. Confesso, é verdade. Mas uma coisa é certa, posso não saber ouvir, mas ao menos respeito o diferente e o que é contrário para mim! Não o adopto, mas respeito-o! Bem, pronto, não respeito muito os gays, nem a liberdade de expressão, mas isso são outras contas. É mau não saber ouvir, mas mais grave é não respeitar tudo aquilo que é diferente de nós! É isto democracia? Hum... não me parece! Eu até me achava ditador e fascista. Mas depois de ver certas prestações... quase me consideraria anarca!

É já amanhã... BRASILLLLLLLLLLLLLLLLLLLL!!!




Pois é, caros amigos, companheiros, palhaços! Mais uma grande etapa da minha vida académica vai-se realizar a partir de amanhã, com a realização da Viagem de Finalistas! Vai ser a loucuraaaaaaaaa!! Ehehehe! Durante alguns dias eu e alguns colegas de curos e de blog não estaremos aqui para escrever as nossas crónicas, espero portanto que os elementos do blog que ficam mantenham a regularidade da postagem.

Abraço a todos!

Democracia?


Andei ontem a dar uma vista de olhos em alguns blogs, e eis que verifico que pelo menos uns 4 ou 5 falam da célebre reunião da Lista R de há uma semana atrás, dizendo e afirmando coisas que me causaram alguma perplexidade. Opinam alguns que os elementos da Lista, por coincidência cerca de 90% da Direcção da AAFDL, não aceitaram o resultado das eleições para Secretário-Geral e como tal são anti-democratas. No entanto, tenho a avisar que se pode ter passado tudo naquela reunião, menos uma demonstração de democracia. Senão vejamos:
- Para já, a eleição do Secretário Geral da Lista foi, em minha opinião, um erro do Directório da Lista R. Desde quando é que em algum partido político um cargo de tamanha importância é levado a votação, por uma Direcção de Lista eleita por unamidade? Era a mesma coisa que num partido votar-se um Presidente e depois obrigá-lo a trabalhar com pessoas com quem ele não tinha confiança política, em prejuízo do seu partido e da função que ele tem para com a sociedade. Um erro tremendo e uma ingenuidade política;
- Depois, desde quando é que podem votar em eleições pessoas que não são filiadas em partidos políticos? Nenhuma, mas no entanto nessa reunião de Lista haviam dezenas de pessoas que não só não eram filiadas na Lista R, como algumas nem nunca tinham ouvido falar nela;
- De seguida, faz sentido que se tenham "arrastado" pessoas, aliciadas com mundos e fundos, para votarem exclusivamente num candidato, no caso em questão, a colega Inês Ramalho? Vejam bem que até vi uma smeninas que iam faqzer futebol, com o saco das bolas atrás, prontas apenas para votarem e irem embora... E havia uma súbita pressa de se votar! Nem era preciso grande discussão, segundo oes estrategas. Era quase a mesma coisa que se passava nas eleições no Estado Novo, antes de saírem os resultados oficiais já saberia quem era o vencedor, pois o sistema estava viciado. A maior prova de todas de que realmente tudo foi montado é que dezenas de pessoas receberam sms´s no fim-de-semana que antecedeu essa reunião para votarem na colega, além de a mesma ter afirmado publicamente que não tinha dito nada acerca da sua candidatura ao outro candidato, David Areias, porque senão "ele trazia mais pessoas que ela para votarem nele". Ai está a confissão plena da montagem eleitoral;
- Por último, o grande estratega de tudo isto, o colega André Couto, Vice-Presidente do Bar Novo da FDL, passa a vida a seduzir as crianças do 1º e 2º Ano, seguido do seu fiel companheiro e amigo, o colega João Gomes, que está há 5 meses na FDL mas no entanto pensa que já sabe tudo sobre o funcionamento da Academia e sobre a história da Lista R, enfim, pensa quesabe tudo acerca do mundo inteiro! Almém de ter votaodo em Direc´torio da Lists R um m~es antes a favor do nome de David Areias e sibitamente ter mudado de opinião... estranho, muito estranho. Se é assim que quem tem valor é que chega ao lugar que merece, que raio de valor é este...
Enfim, o meu conceito de demcoracia não é este. Para mim democracia existe quando uma epssoa vota conscientemente e com o mínimo de conhecimento acerca dos problemas e do que envolve esse acto de votar. Não creio, com todo o respeito, que 37 alunos, do 1º e 2º Ano, percebam mais disto que pessoas quen andam nesta vida há 3, 4 e 5 anos. A experiência é um posto e ela só se adquire com trabalho e com o viver das situações reais, e não com mia dúzia de ideias hipotéticas...
No entanto, o que me escandaliza mais nisto tudo, é o ataque vergonhoso que se tem feito em alguns blogs acerca de pessoas que, além de serem minhas amigas, são do melhor que a FDL já teve ou algum dia terá. Falo especificicamente do meu colega e amigo Fernando Caetano, além de todas os membros de direcção da AAFDL, que muito têm dado à FDL. O ataque sem escúpulos que ontem li num blog sobre o tesoureiro da AAFDL é um sinal do que passa na nossa sociedade, em que a mentira, a calúnia, o disparate reinam devido ás opiniões menos acertadas de meia dúzia de seres que se julgam iluminados. Tenham juízo seus putos mimados, com mania que são políticos! Vocês sabem por acaso das inúmeras vantagens que o colega Fernando Caetano traz todos os dias á FDL? Sabiam por acaso nas noites sem dormir que ele já passou e nas notas menos boas que ele anda a ter para vocês terem, por exemplo, festas mais baratas ou para vocês terem direito a preços mais baratos na comida dos bares da FDL? Respeitme um enorme dirigente associativo, que não filiado em Juventudes partidárias, que quer apenas o bem de todos ps alunos e que está no 5º Ano, já não é candidato a nada! Respeitem a sua sensiblidade e não digam disparates e calúnias, de que ele teria um texto já escrito de renúncia à AAFDL. Haja bom senso!
A minha solidariedade vai também para o colega Pedro Ângelo, um grande Presidente que tem feiot um trabalho impecável e que, apesar de ser JS, nunca misturou as coisas e nunca agiu sob comando dessa Jota. E no entanto ontem num blog, é atacado de forma incrível e sem conhecimento de causa. Mais uns putos parvos com a mania... O mesmo digo de todos os outros elementos da Direcção, que pensam apenas no bem da FDL.
Vocês, putos do tolos, envergonham-me enquanto estudante da FDL. Envergonham o nome da nossa Academia! Afinal não são apenas alguns professores menos bons, as salas com poucas cadeiras, as poucas subturmas, são também vocês que tiram o crédito ao bom nome que a FDL criou ao longo dos tempos!
Tenham vergonha e parem de se armar em meninos políticos. Já está na hora de crescerem e serem um bocado mais responsáveis
P.S. Fernando, um forte abraço e já sabes "só é derrotado quem desiste de lutar".

Este Post que vos deixo!


A partir de hoje, com vista a educar algumas mentes, vou começar a deixar aqui alguma poesia popular que certamente dará muito jeito.

"Que importa perder a vida
em luta contra a traição,
se a Razão mesmo vencida,
não deixa de ser Razão?"

António Aleixo, poeta popular natural de Vila Real de Santo António, residente ao tempo de sua morte em Loulé.

segunda-feira, abril 03, 2006

Ponto de Ordem Final (vamos lá ver se é desta!)

Todos nós sabemos como o ser humano é corruptível (facilmente). Todos nós sabemos como as pessoas adoram mexericos. Na FDL então... nem se fala! E, muita gente, tem uma predilecção especial pelos boatos. Adoram criá-los e espalhá-los. Não conseguem sobreviver sem isso. É mais forte. Eu então, perco a conta a centenas de boatos que já lançaram sobre mim na FDL. Mas tenho aprendido a lidar com isso. É o preço da... sociabilidade!
Sobre os boatos, posso dar como exemplo aquele que lançaram sobre o Sócrates ser gay, na altura das eleições. Bem, realmente... não foi um bom exemplo, porque isto não é um boato, mas um facto. Mas posso dar como exemplo o que lançaram sobre o Cavaco, dizendo que tinha torneiras da casa de banho em ouro. As pessoas vivem disto e adoram viver disto: BOATOS! Já aqui foram abordados diversas vezes os casos dos boatos e boateiros da FDL. Perdemos-lhes a conta.
Ora, a mais recente aquisição, no que toca a boatos, prende-se com a mais recente polémica em torno da lista. Pois bem, recentemente chegou-me aos ouvidos um boato. Adivinhem sobre quem! Pois bem: sobre mim! Agora, segundo parece, fui visto e estive reunido com pessoas ligadas à FDL e à lista, onde magiquei várias formas de darmos um pontapé na liderança actual, e onde até fui visto a mexer em fotocópias, etc. Dizem que isso se passou no sábado que antecedeu a reunião, onde foi feita a votação. Devo dizer que, quem for o autor deste tipo de boatos, que ao menos tenha criatividade e inteligência. Ora, eu nunca fui tomar cafés com ninguém, nem sequer solicitado por quem quer que fosse, nunca vi fotocópias de nada, e muito menos saí de casa nesse sábado! Tive familiares em casa, de visita! Ora, é impossível alguém me ter visto quando quer que tenha sido! Nunca estive com ninguém, em lugar algum, a fazer o que quer que fosse.
E a ver se este assunto termina de vez: não estou "feito" com ninguém; ninguém comprou o meu voto; não sou compadre, ou afilhado, ou o que quer que seja de ninguém; não ando a dormir com ninguém; e muito menos ando a planear ou a arquitectar o que quer que seja, com pessoa alguma! Tudo o que eu fiz, sobretudo nestes últimos 2 meses, foi: ir a uma reunião, discursar, e exercer o meu direito de voto! E o meu discurso nunca esteve combinado com ninguém! Fui eu que o decidi fazer. E pensei nele no momento, consoante o que estava a ser necessário ouvir, tendo em conta tudo o que aconteceu! Por isso, parem de espalhar boatos que eu pertenço a lobbies, grupos, e que sou seguidista, que ando a comer a X e a Y, que faço e que aconteço, e que projecto e que... olhem, sabem que mais? Fo**m-se todos! Sim, todos os boateiros e todos aqueles que me viram e que me ouviram a fazer coisas do arco da velha! Vejam lá se alguém me viu a comer a Jessica Simpson! Vejam lá se alguém me viu a tomar café com o Veiga nas imediações do Estádio da Luz, antes de assinar contrato com o Benfica! Estas coisas ninguém vê! E por esta ordem de ideias, qualquer dia ainda me dizem que me viram a dar beijinhos, num cantinho da FDL, à D. Fernanda do Bar Novo! Ou que me viram arquitectar um plano com o Vera Cruz para corrermos da FDL com o Waldyr e companhia!
Abram os olhos: não arquitectei nada! Não fiz nada! Nem tomei cafés com ninguém! Nem fui solicitado! NADA! Exerci o meu direito de voto! Só isso. Custa assim tanto perceber? E digo mais: se alguém disser que sigo a pessoa X ou Y, quero essa pessoa diante de mim para me provar como é que o fiz! Tudo o que aconteceu foi que partilhava da mesma ideia que algumas pessoas, e no dia da votação isso se verificou! Quer dizer: agora tudo o que não seja a favor do sistema, é grupo organizado? É tudo programado? É seguidista? Tenham vergonha, e acima de tudo juízo! Não pertenço a lado algum! Pertenço àquilo que penso e sinto. Fiz isso. Exerci o meu direito de voto, e conforme já o disse centenas de vezes: se fosse hoje, voltava a votar da mesma forma! O meu voto só está e é viciado por uma coisa: a minha vontade e pensar! Se não agrada: temos pena! É a minha forma de pensar. Por isso, parem com os boatos. Eu só votei! Só isto! Nunca me juntei a ninguém, nem me uni com ninguém no sentido de exercermos posição dominante sobre algo! Eu nem tenho nada a ganhar com esta situação toda. Meus amigos, daqui a 2 meses, saio! Por isso, parem de inventar que fiz, ou que me viram, ou que aconteci! Não tocava em assuntos que envolvessem votos ou eleições, desde Dezembro! DEZEMBRO!!!! Só opinei sobre um assunto do Secretário Geral uma vez, e o meu comentário foi com 2 amigos meus, que até estavam do lado contrário ao meu! Vejam lá...
Por isso, por favor: ganhem juízo e vergonha e se alguém disser que me viu sabe-se lá onde, ou que ouviu dizer que eu fiz não sei o quê, peçam-lhes que da próxima tirem fotos ou gravem as conversas. Talvez assim me possam desfazer as dúvidas. Eu tenho a certeza do que fiz e do que não fiz. Errrr... espero que seja a última vez que falamos de boatos!

O Futuro da FDL

Desde o primeiro dia em que entrei na FDL, tentei sempre viver ao máximo todos os grandes momentos da vida académica e tentei criar um bom grupo de amigos, que não fossem aquele estereotipo que nos dizem existir quendo ainda estamos no Ensino Secundário, do aluno que não ajuda ninguém, que não fornece apontamentos ou quando o faz, eles vêm com erros para prejudicar propositadamente, que a malta é pouca dada a companheirimos, em suma, a imagem que nos é dada é de que no Ensino Superior a "lei da selva" impera e é o salve-se quem puder!

Sempre tentei reverter essa situação e também por isso entrei para a Tuna, onde vivi grandes momentos e onde fiz bons amigos, mas tive a sorte de mesmo a nível de turma, de ter encontrado no meu percurso grandes amigos, que tenho a certeza que o serão por toda a vida. Principalmente nos dois primeiros anos faziamos cenas espectaculares jutnso, montes de jatares de turmas, inúmeras saídas, ajudavamo-nos mutuamente nos problemas escolares e até fizemos uma viagem e Coimbra, supostamente para irmos ver um Congresso acerca da comemoração dos 35 anos do Código Civil, mas no fundo o que nos movia era o facto de estarmos sempre juntos e de aproveitar ao máximo todos os momentos para fortalecermos a nossa amizade e para ficarmos com recordações da nossa passagem pela FDL.

O segredo dessa grande amizade era o de que, apesar de todos termos ambições pessoais e objectivos, nenhum de nós pisava em cima do outro, ninguém prejudicava ninguém, nem recusava ao outro ajuda quando lhe era pedida, além de não existirem esquemas para se lixar a malta. E assim se xonseguia o sucesso e alegria de toso, com muito bons resultados!
Perguntar-me-ão algumas pessoas que estão a ler este post: para quê esta conversa fiada? Muito simples: a minah opinião acerca do futuro da FDL.
Já me fala muito pouco tempo para sair da Academia, se tudo correr bem. E a minha opinião, de quem já viveu e viu muita coisa na Faculdade (apesar de todos os dias aprendermos coisas novas e ficarmos a saber muito mais acerca de algumas pessoas... até das mais próximas...), é a de que só todos juntos, em união, como aconteceu o ano passado por altura do encerramento da FDL , é que a posição dos alunos poderá ser respeitada e ouvida, como o foi há um ano atrás. Por isso mesmo escrevi aqui neste blog que tinah ficado bastante triste por não se ter recordado o acontecimento marcante que todos vivemos, pois é sempre importante relembrarmos o passado para quem o fez, além de mostrarmos aos mais novos, neste caso so alunos do 1º Ano, o que se passou e a força que os alunos criaram, de forma a que nunca se sintam desmotivados para mostrarem a sua opinião acerca do andamento da sua vida académica.
Meus amigos, isto é tudo muito claro: não fazem falta à FDL nem à AAFDL, o elo que liga todos os alunos numa só voz, pessoas que olham primeiro para si, depois novamente para si, depois para as juventudes partidárias e só depois, no final, se tiverem tempo e isso não os prejudicar a nível pessoal, para os interesses dos alunos. Aos que ficam, tentem sempre banir da vida associativa esse tipo de alunos que não so defendem, que fazem jogos e esquemas para prejudicar o próximo, apenas para interesse próprio. Não interessa à AAFDL meninos que olham para um cargo de dirigente associativo apenas e só para engradecer o seu currículo político, não olhando a meios para obter esse fim. Não interessa à AAFDL quem quer fazer da Associação um feudo de amigos, mesmo que não tenham qualidades suficientes para lá estarem. Não faz falta quem não tem aptidões, quem não tem interesse, motivação e tempo apra assumir esse desafio. Quem se quiser enfiar nessa vida terá de abdicar de alguma estabilidade e conforto pessoal para servir todos os alunos, pensando apenas e exclusivamente neles, sem segundas intenções. Por isso mesmo sou frontalmente contra alunos que estando inseridos em juventudes partidárias, não conseguem dissociar-se das mesmas, em alturas em que é necessário dizer "Não" em benefício do interesse dos alunos. Por isso sou também contra quem usa de todoas os meios e de todos os esquemas e truques para chegar ao topo, mesmo que esses meios sejam imorais, traiçoeiros e altamente censuráveis! Está na hora de novamente serem banidos esse tipo de personagens qeu só vive para si e não para todos!

Infelizmente, nos últimos tempos, tenho assistido a uma vaga desses parasitas, que eu julgava já afastados de vez, pelo menos da Lista à qual pertenci- a Lista R- pois foi exactamente com esse intuito que ela foi criada, para afastar da AAFDL aqueles que se serviam da Associação e não a serviam para o bem dos alunos. Espero que esta nova geração perceba que tem que ser combatido esse tipo de gente, que nãos e deixe seduzir por promessas e pelo "conto do vigário" e que o Interesse Colectivo esteja sempre no topo das prioridades dos alunos da minha FDL, a Faculdade de que eu me orgulho pertencer e que irei sempre recordar com todo a alegria!

Tenham sempre um espírito crítico, que se respeitem todas as instituições da Academia, desde a Tertulia Libertas, o Conselho Directivo, as Listas da oposição da AAFDL, alunos anónimos, todos! Mas que no final, o consenso acerca dos valores essenciais que devem pautar todos os alunos prevaleça! Tal como dizia o colega Pedro Gomes há um ano, por altura do encerramento da FDL, "A Tertúlia tem a sua opinião acerca do assunto, mas neste momento é a hora de deitar para trás das costas todos os resentimentos e desavenças, em prol de toda a Academia." Revejam-se sempre neste pensamento, e risonho será o futuro da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa!

Um Abraço a todos os que ficam e nunca se esqueçam: A FORÇA DA FDL SOMOS NÓS!

P.S. Por mim, irei fazer sempre frente aos parasitas até ao último dia. Que fiquem avisados de que nem que o mundo inteiro esteja convosco, da minha parte terão sempre chatices.

domingo, abril 02, 2006

Recordando outros aniversários




Faz hoje um ano que o Papa João Paulo II "regressou à casa do Pai". É com saudade e com alegria que recordei hoje, através das diversas reportagens e documentários acerca da vida e da mensagem do Papa, mensagem essa cheia de esperança, amor à vida e de fé.
Que o exemplo deste grande Papa ilumine a vida de inúmeras pessoas por todo o mundo! Eu tento seguir esse exemplo, em que o interesse colectivo deverá pravalecer sempre sobre o interesse pessoal e em que nada justifica passar por cima de valores sagrados para ter sucesso.
Um Bem Haja a todos!

Está quaseeeeeeeee...

De 5 a 16 de Abril... Brasilllllllllllllll

30 anos

Faz hoje 30 anos a Lic.ª Isabel Moreira. Cantemos-lhe os Parabéns! Cada vez está melhor. Que daqui a alguns anos ainda se oiça falar muito dela.

P.S.: Quem também faz 30 anos hoje, é a Constituição. Mas esta, ao contrário da outra aniversariante do dia, deixa muito a desejar...

sábado, abril 01, 2006

Que grande tristeza... :(

Nasci em Lisboa, mas resido na Caparica desde os 2 anos. Sendo assim, há 23 anos que resido na área, e cresci aqui, habituando-me à vida de praia tanto no verão, como no inverno. É com enorme tristeza que vejo situações como esta, numa zona que deveria estar mais que protegida da mão humana, e também da actuação da natureza. Vi isto ainda mais belo do que é hoje, e sempre terei na retina as eternas praias da zona onde moro. Mostram o quanto a natureza é bela. Será bastante triste, frustrante e desconfortante assistir ao desaparecimento das praias de S. João e da Costa.

"O risco de inundação levou sete concessionários da zona a pedirem a intervenção urgente dos deputados da Assembleia da República junto do Instituto da Água, no sentido de ser encontrada uma solução capaz de impedir o avanço do mar. O apelo levou ontem os parlamentares socialistas Vítor Ramalho, Ana Catarina Mendes e Alberto Antunes a visitar o local, onde confirmaram a gravidade da situação. “É necessária uma tripla intervenção na zona. Em primeiro lugar, um trabalho que está praticamente concluído consiste no reforço dos esporões. Em segundo lugar, é necessária uma reposição de areias na ordem das 300 milhões de toneladas”, precisou Alberto Antunes. “Numa terceira fase é necessária a elaboração de um plano que permita a defesa do cordão dunar, de forma a que seja evitada a construção de um paredão. Neste último trabalho, para além da intervenção do Instituto da Água, cabe também à Câmara Municipal de Almada elaborar o plano de pormenor para o local”, esclareceu ainda o socialista.
A concretização destas soluções pode, no entanto, ficar seriamente comprometida caso o mar avance nos próximos dias na zona do Búzio Bar, onde a língua de duna não tem hoje mais de três metros de largura. O Instituto da Água (Inag) é responsável pela reconstrução dos esporões. Perante a dinâmica do mar, efectua uma observação diária da situação a fim de actuar de imediato para que o mar não rompa a duna, garantiu ontem ao CM fonte do Ministério do Ambiente. O deputado Vítor Ramalho informou que a solução para impedir a erosão da costa na zona de S. João da Caparica passa pela concretização de um estudo elaborado pela Faculdade de Engenharia do Porto que actue como uma barragem que segure o areal. O areal das praias de S. João da Caparica está cortado em dois níveis: um primeiro ao nível do mar e um outro seis metros mais alto, que a cada maré é comido em cerca de dois metros de extensão, segundo afirmam os concessionários dos bares da praia. “Desde de 1999, altura da elaboração do ordenamento da área costeira, que sublinho que há um risco muito elevado de erosão na zona da Costa de Caparica, desde a Cova de Vapor até à praia do Rei. Para além da construção dos esporões, é ainda necessário alimentar de areia as praias” diz José Carlos Ferreira, Geógrafo."

fonte: Correio da Manhã

O Judas

O Judas é aquele que nos trai por 30 moedas de prata. É aquele que se aproveita de tudo, para tomar a frente das coisas. Não importa quem magoa ou fere. Importa se ele se sente bem com isso. Prejudicando pessoas ou não. É, ainda, cobarde! Não assume o que faz. Pelo contrário. É preciso que se cheguem os mais próximos do visado a informar "Mestre, Mestre, foste atingido". O Judas desta vida, é aquele que nos trai sem que saibamos quem nos traiu, e pela frente é capaz de nos dar um beijinho na cara. Todos sabem de tudo, menos a vítima. Interessante ainda é quando os Judas da nossa vida não têm interesse qualquer retribuição por trair o visado. Apenas o fazem por divertimento, recreação, ou pura maldade. Sabem o que fazem, e sabem a consequência das coisas. Mas cobardemente não se assumem, nem assumem o que fazem. É assim o Judas...
E o que mais há por aí, são muitos Judas! Era bom conseguirmos detectar quem são eles. Mas, preferem manter o segredo. Os Judas são, até, todos aqueles que nos vêem com a possibilidade de nos lixarmos, e em vez de nos ajudarem, ainda contribuem mais para a nossa queda no precipício. Além de traidores, são maliciosos e calculistas. São assim... e, sinceramente, começo a detectar Judas a mais, para uma proporção de terreno tão pequena, como é a FDL.