segunda-feira, novembro 07, 2005

Poesia



XIII

«Mette mais, mette mais (ia dizendo
a marafona, ao bruto, que suava,
e convulso fazia estrondo horrendo
pelo rustico som com que fungava);
Mette mais, mette mais que estou morrendo!...»
«Mim não tem mais!»o negro lhe tornava;
e triste exclama a bebada fodida:
«Não há gosto perfeito n'esta vida!»



Bocage, in Poesias eróticas burlescas e satyricas

3 comentários:

DJ disse...

Sem dúvida, o Bar Velho Online está a tornar-se cada vez mais num lugar de eleição e cultura: mais de 150 visitas na 6ª feira, temos médias de 67 novas visitas diárias e 132 page views diários; e agora até conjugamos a sensualidade de uma menina em biquini com poesia! Somos uns artistas!

LM disse...

;) Assim é q é bonito!
E a apresentação do blog está mto boa também!

touch disse...

E pronto... Isto so vem confirmar o post de hj no meu blog... LOL.
Adoro ambos os bares velhos... Sao os maiores!
Jinhox